domingo, 24 de julho de 2016

Com Você

















Abaixo da lua, em meio às estrelas,
Senti o doce perfume, suave, terno,
Seguido de um sorriso que parou meu universo,
E em um breve instante senti aquele abraço, 
Fazendo meu coração parar por alguns segundos,
Transformando meu pranto em repouso,
Fazendo da minha agonia, a mais bela melodia,
Proferida por um canto sem igual,
Com acordes transcendidos pela leveza de sua voz,
Revoltos pelo seu olhar suave, 
Perfeita janela para o paraíso,
Que dota à alma de poesia,
Trazendo vida ao deserto,
Preenchendo meu céu de estrelas
E fazendo meu mundo ser completo.



Wilquer Ferreira - 25/07/2016

domingo, 9 de agosto de 2015

Saudade





Um olhar no horizonte, agonia de não ter,
Vejo nosso pequeno lago, belo, sublime,
Ávido pelo beijo da lua, pelo toque das estrelas,
Reflexo de um coração ausente,
Clamando por um despertar presente,
Olho para as estrelas,
As mesmas que desenharam nossa história,
Embora distantes, permanecem juntas no firmamento,
Me trazem o calento da esperança de nosso encontro,
O fôlego para seguir em frente,
A luz de um universo banhado pelo seu brilho,
Que apesar de longe, ainda me alcança,
Tendo em comum o amor mais sublime e particular,
Amor que resiste o tempo e a solidão,
A espera do seu olhar, de seu belo sorriso,
Da vida que se recria quando estamos juntos,
Do universo de sentidos ante sua presença,
Cuja existência me torna o mais feliz dos mortais,
Cuja presença eleva meu amor à imortalidade,
O olhar atento ao nada, no simples e inquieto balançar da lua,
Me remete aos cinco sentidos da saudade,
Um perfume lançado ao tempo, me traz recordações e se faz presente como nunca,
Ao toque da pele, tenho a sensação de nunca ter dormido sozinho, o olhar...
Ah, o olhar....
Me remete à lua e ao lago,
Tendo a certeza que em algum lugar este será o nosso encontro e reencontro,
Porque o amor sempre será conjugado com a saudade, no passado, remetendo ao futuro,
Uma certeza que sempre será incerta,
Mas os cinco sentidos da saudade sempre estarão escondidos no mais íntimo do ser,
Para cada instante, olhando a lua refletida no lago,
Tenho a certeza que a saudade dará espaço à tua presença,
E assim ganho mais um fôlego e respiro ao que chamo de vida,
Invisível aos olhos, mas a saudade sempre será o ponto de partida e o fim da jornada.

Por José Eduardo Silva & Wilquer Ferreira, em 09/08/2015.


sexta-feira, 17 de julho de 2015

Simples Inspirações: A Espera





Após tantos anos, enfim lá estava,
Ainda sem saber, o que para mim, era nosso encontro,
Como expectador de um filme iniqualável, 
Registrava cada movimento,
Em meio aquele olhar
Que há tempos admirei em telas estáticas,
Estava alí, diante dos meus olhos, 
Extasiados de perto, pelo brilho dos seus olhos,
Acompanhados de longe, pelo brilho das estrelas,
As únicas presentes naquela noite,
Que até mesmo a lua se acovardou diante de seu sorriso,
E como não falar daquele sorriso... 
Que insistia em convidar meu coração,
À amar suas palavras, sua voz, seu encantamento,
Cuja simplicidade me leva ao mais complexo dos sentimentos,
Sentimento que perdura no tempo e transpõe qualquer existência
Levando meu amor para além das estrelas,
Tirando de mim toda solidão,
Dizendo que sim, há esperança,
Que nossa herança não seja um final
Daquilo que só em mim sempre existiu,
E vai existir, sempre que seu calor se fizer presente,
Sempre que suas mãos junto as minhas estiverem,
Sempre que seus lábios tocarem os meus,
Não feche seus olhos por tanto tempo,
Pois ainda espero o brilho de seu despertar.

Wilquer Ferreira 17/07/2015.




domingo, 5 de julho de 2015

Respiro Seu Nome




Respiro seu nome,
Quandos os pássaros desfazem o silêncio dos montes,
Quando a briza toca meus olhos envoltos em ondas oceanicas,
Quando meu coração vibra por seus feitos,
Descubro seu nome,
Quando meus pulmões estão fartos de ar,
Quando minha mente calada está,
Quando meus dedos em tuas páginas tocar,
Vivo seu nome,
Em cada passo à caminhar,
Em cada sorriso à admirar,
A cada gesto à despertar,
Sonho teu nome,
Pelos feitos de Tuas mãos,
Pela grandeza de seu amor,
Pela nobreza de seu poder,
Honro teu nome,
Por me salvar,
Por junto a mim estar,
Pelos anos a me esperar,
Amo teu nome,
Por sua Justiça,
Por sua Esperança,
Por sua Sinceridade,
Por sua Universalidade
Por sua Superioridade.


Wilquer Ferreira
06/07/2015

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Que negócio é este?: No seu Olhar

Que negócio é este?: No seu Olhar: Ontem olhei nos seus olhos, Nem os ponteiros do relógio tiveram reação, As palavras queriam sair, Mas ali permaneci, estático frente...

No seu Olhar




Ontem olhei nos seus olhos,
Nem os ponteiros do relógio tiveram reação,
As palavras queriam sair,
Mas ali permaneci, estático frente ao seu olhar,
Doce, mas triste olhar,
Por um instante senti você em meus braços,
Por um segundo meu coração disparou,
Cravando sua presença em meu coração,
Desmistificando todas as minhas frustrações,
Elevando meu espírito ao paraíso,
E você vestida de branco,
Banhada pelo vento,
Que de longe trouxe seu doce perfume,
Um cheiro suave cuja fragrância não sentia há muito,
Mas no silêncio te vi ir embora,
Sem reação me angustiei,
Mas no pouco me alegrei,
Pois em sua mente eu fiquei,
Por um breve momento, eu não sei,
Talvez um dia eu viva novamente,
E acorde desse belo e longo sonho,
E as palavras sejam, enfim um começo.

Wilquer Ferreira 01/05/2015





sexta-feira, 24 de abril de 2015